Side Menu
   

 

Sobre nós

Associação das Administradoras de Meios de Pagamento Eletrônico de Frete (AMPEF) foi constituída no dia 20 de março de 2012, com a finalidade de congregar e representar as empresas dedicadas à administração de meios de pagamento eletrônico de frete, que estejam regularmente habilitadas como tal pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), e tenham sido admitidas como associadas.

 

A AMPEF foi criada e está sediada em Brasília (DF) com o objetivo principal de facilitar a interlocução e o relacionamento com os órgãos governamentais envolvidos com a atividade, notadamente com a ANTT e o Ministério dos Transportes, bem como com os meios de comunicação e as entidades representativas do setor de transporte e das demais atividades econômicas e profissionais.

 

O presidente executivo da AMPEF é o Selmo Umberto Pereira e atualmente são seis empresas associadas, todas homologadas pela ANTT como Administradora de Meios de Pagamento Eletrônico de Frete.

 

Porque a AMPEF fica em Brasília?

 

A AMPEF tem sua sede em Brasília (DF) para, principalmente, facilitar a interlocução e o relacionamento com os órgãos governamentais envolvidos com a atividade.

 

 

Diretoria Executiva

 

A Diretoria Executiva da AMPEF é constituída por quatro membros,

indicados pelas empresas associadas e eleitos através de assembleia geral.

 

Atualmente, é constituída por:

 

 

Presidente executivo:

Selmo Umberto Pereira

 

Vice-presidente administrativo e financeiro:

Ricardo Albregard

Vice-presidente institucional:

Raphael Barbosa di Salvi Rodrigues

 

Vice-presidente jurídico:

Antonio Carlos Marques Mendes

 

 

 

Quantos e quais são os associados?

 

 

Saiba +

 

notícias

 

 

Veja +

 

por que se associar?

 

QUEM A ASSOCIAÇÃO REPRESENTA?

 

A AMPEF representa as empresas dedicadas à administração de meios de pagamento eletrônico de frete que estejam regularmente habilitadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

 

Operação de Transporte; fornecer ao proprietário ou consignatário da mercadoria transportada as informações relativas aos seus embarques, mediante informação do Código Identificador da Operação de Transporte; garantir a confiabilidade e a confidencialidade de todas as informações constantes dos sistemas relacionados aos meios de pagamento eletrônico de frete; enviar ao contratado o comprovante de renda anual, consolidado mês a mês, dos créditos de frete e permitir consulta de saldo ou extrato. Terceirizar esta operação permite que a empresa contratante do Transportador Autônomo de Carga (TAC) continue focada no seu negócio, com ganhos operacionais, financeiros e de gestão.

PARA QUE FOI CRIADA?

 

Para facilitar a interlocução e o relacionamento com a ANTT e outros órgãos governamentais envolvidos com a atividade, como o Ministério dos Transportes, e promover uma auto regulação em um setor tão complexo quanto o de transporte de cargas. A AMPEF também visa construir relacionamento com os meios de comunicação e as entidades representativas do setor de transporte e das demais atividades econômicas e profissionais.

 

O QUE É CONHECIMENTO ELETETRÔNICO?

 

Trata-se do documento eletrônico emitido e armazenado eletronicamente que tem a função de documentar a prestação do serviço de transporte de carga, o que traz segurança e atende uma exigência fiscal. O conhecimento eletrônico é garantido por uma assinatura digital e pela autorização de uso do documento eletrônico, fornecida pelo Fisco.

 

Saiba +

 

 

legislação

 

 

Carta Circular nº 3.929, de 21 de janeiro de 2019

Cria rubricas contábeis no Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional para registro de operações de crédito com partes relacionadas, conforme o estabelecido na Resolução no 4.693, de 29 de outubro de 2018.

Veja na íntegra

 

 

 

Instruções para Elaboração e Remessa de Informações Relativas aos Cartões de Pagamento – Emissores Departamento de Operações Bancárias e de Sistema de Pagamentos – Deban

Consultoria de Estudos e Pesquisas

Janeiro/2019

Veja na íntegra

 

Deliberação nº 75, de 15 de janeiro de 2019

” Para credenciamento de entidades responsáveis pela aplicação da prova eletrônica de conhecimentos, com emissão de certificado, para comprovação da aprovação de transportador autônomo de cargas e/ou responsável técnico em curso específico, conforme previsto na Resolução ANTT no 4.799, de 27 de julho de 2015.”

Veja na íntegra

 

Deliberação nº 72, de 15 de janeiro de 2019

“Art. 1º Aprovar a Metodologia de Avaliação e Tratamento de Riscos da Agência Nacional de Transportes Terrestres ­ ANTT, anexo a esta Deliberação, que será disponibilizado no sítio eletrônico da ANTT, visando o fortalecimento e a qualificação dos mecanismos necessários à institucionalização da Gestão de Riscos no âmbito da Agência.

Veja na íntegra

 

Resolução nº 5.839, de 17 de janeiro de 2019

Altera o Anexo II da Resolução ANTT no 5.820, de 30 de maio de 2018, em razão o disposto no §2o do art. 5o da Lei no 13.703, de 08 de agosto de 2018.

Veja na íntegra

 

Carta cuircular nº 3.924, de 21 de dezembro de 2018

Estabelece a forma de prestação de informações por instituidores de arranjos de pagamento integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro.

Veja na íntegra

 

Carta cuircular nº 3.923, de 21 de dezembro de 2018

Estabelece a forma de prestação de informações por instituidores de arranjos de pagamento integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro.

Veja na íntegra

Decreto nº 9.663, de 1º de janeiro de 2019

Aprova o Estatuto do Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF.

Veja na íntegra

 

 

 

Saiba +