Side Menu

Blog

   

Com volta do ICMS, frete do Rio Grande do Sul para outros Estados deve ficar 12% mais caro

Não foi renovada a isenção do tributo, que valia desde 1997

A partir desta terça-feira (1º), volta a ser cobrado o ICMS no frete de cargas interestaduais. O transporte era isento do tributo desde 1997. A cobrança até voltou por alguns meses no início de 2019, mas logo foi suspensa novamente.

 

Segundo o Setcergs, sindicato que representa as empresas de transporte, a renovação da isenção não foi aprovada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). A cobrança atinge os chamados “CIF”, quando o embarcador a carga situado no Rio Grande do Sul que paga o frete.

 

Diretor do sindicato, Diego Tomasi já projeta um impacto no frete de +12%. Segundo ele, é essa a alíquota do ICMS que passa a incidir sobre os valores. Não há tabelamento de preços, mas é a sugestão de repasse para os clientes.

 

Matéria por Giane Guerra, na Gaúchaz.