Wex e Repom são autorizadas a funcionar como arranjo de pagamento pelo Banco Central

As empresas de pagamento eletrônico de frete, associadas a Ampef, Wex e Repom receberam selo de qualidade do Banco Central do Brasil para funcionar como arranjo de pagamento.

O crivo, fornecido pelo Ministério da Fazenda, se aplica quando empresas atingem determinado nível de movimentação financeira e quantidade de operações.

A Wex, multinacional de soluções para meios de pagamento, com movimentação anual superior a US$ 40 bilhões nos segmentos de benefícios, frete, viagem e saúde, já havia conquistado o selo do Banco Central.

Na semana passada, a Repom, da Endered, multinacional de serviços pré-pagos e de gestão de despesas corporativas, presente em 42 países, com mais de 8 mil colaboradores, recebeu a certificação do Bacen. Clique aqui e veja publicação do Diário Oficial da União.

“São certificações que reforçam a seriedade destes dois players do PEF (pagamento eletrônico de frete) num mercado onde a confiança e a segurança tem de ser total”, comenta Alfredo Peres, presidente da Ampef.

Tanto Wex quanto Repom já atuam no mercado de pagamento eletrônico de frete e pedágio e a autorização do Bacen harmoniza as regras para os emissores de cartões, de modo que todos sigam o mesmo padrão.

 

Fonte: https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/consumo/noticia/7583664/bc-autoriza-arranjos-de-banese-card-credi-shop-green-net-repom-senff-e-wex